top of page
  • Foto do escritorMatheus Rabelo

Feedforward: entenda o que significa e como o voluntariado auxilia na aplicação

O feedforward veio para otimizar o desenvolvimento do indíviduo, visando um futuro de qualidade e constante aprendizado.

feedforward, voluntariado empresarial, voluntariado corporativo, voluntario, projetos sociais, gestão de projetos

O feedforward veio para otimizar o desenvolvimento dos colaboradores utilizando os insights obtidos ao olhar para frente.


É um método utilizado pelas empresas para buscar talentos singulares dentro da própria empresa a fim de recolher os frutos oriundos da técnica, como destaque no mercado e uma equipe motivada.


O que é feedforward?


Em português, o feedforward pode ser entendido como “olhar para a frente”. Ele foca em aprimorar as habilidades que necessitam de atenção, mas sem utilizar do passado para estimular as melhorias. Nesse método, a perspectiva futura é colocada como fator principal para passar a devolutiva.


A diferença com o feedback é que, nessa tratativa, a fala pode ser vista como uma crítica ruim devido ao embasamento em algo passado. Por exemplo, uma pessoa não conseguiu desenvolver uma ideia muito bem em uma reunião porque estava disperso utilizando o celular anteriormente.


Em um feedback, a pessoa chegaria e solciitaria ao indivíduo que parasse de utilizar o celular porque não prestou atenção e não conseguiu articular. Já no feedforward, o comentário sugeriria que uma ótima forma de se desenvolver em uma reunião é deixando de lado os fatores detratores, como o celular.


As diferenças sutis ao se expressar pode tornar a mensagem melhor recebida e, consequentemente, mais efetiva.


Como aplicar o feedforward?


É importante reforçar que o feedforward busca melhorar o que já é bom em cada indivíduo. Dessa forma, antes de aplicá-lo é importante que seja feita uma análise sobre o colaborador. Caso alguma competência necessite de melhoria, a fala deve ser futuramente sugestiva e não crítica a partir de algum acontecimento do passado. Outra forma de estimular a prática é realizar perguntas ao individuo de modo que ele mesmo identifique os pontos que necessitam de atenção e o que pode ser melhorado. Você pode:

  • Indagar se ele acredita que a habilidade em questão (comunicação, pro atividade, etc) é bem desenvolvida nele;

  • Perguntar o que busca para o futuro;

  • Quais ferramentas ou serviços que a pessoa precisa para o desempenho de suas atividades.


Assim, o colaborador é estimulado a compreender o seu próprio desempenho e a buscar alternativas que potencializam o que já faz bem e como melhorar o que precisa de atenção. O foco é autoconhecimento e desenvolvimento futuro.


O voluntariado é uma boa forma de exercitar o feedforward

feedforward, voluntariado empresarial, voluntariado corporativo, voluntario, projetos sociais, gestão de projetos

Quando se fala em desenvolvimento de novas habilidades, o voluntariado é a resposta rápida e eficaz. O modelo de serviço voluntário permite que as pessoas envolvidas se sintam mais confortáveis em tentar coisas novas, já que a cobrança regular do emprego não se estende às ações sociais.


Sendo assim, ao sugerir que alguém adote hábitos melhores para desempenhar determinada atividade, é possível associar o processo de melhora ao voluntariado. Por exemplo, se você percebe que alguém tem dificuldade em ser mais flexível, você pode sugerir que ela participe de alguma ação para desenvolver a resiliência.


Além disso, é possível conquistar competências como:

  • Gestão de equipes e projetos;

  • Liderança;

  • Socialização;

  • Criatividade;

  • E muitos outros!

Viu? O voluntariado empresarial é uma ferramenta a mais para colocar o feedforward em prática na sua empresa!

bottom of page